Photo shoot: Casal Casual

ENSAIO FOTOGRAFICO CLELIS E JACKSON (232)

Em 2014 fiz um curso de fotografia, 3 anos já se passaram e então, por esses dias pedi para minha irmã Clélis Cristine e meu cunhado Jakson Batista, me ajudarem a treinar a fotografia novamente.

Espero que vocês curte as fotos a baixo. São só algumas desse lindo Photo Shoot.

 

Anúncios

As 2 semanas desses 8 meses

time-for-love2

Tudo comecou numa noite fria de sábado. Naquela noite o céu estrelado era o nosso teto, o ar gelado e você com seu violão, cantando uma canção. Uma canção que você tinha escrito para mim. “Canta para mim?”. Escrita na letra a confissão de amor e assim que o som parou, veio o pedido. “Você quer namorar comigo?”. Meu coração bateu a mil, tentava respirar e o ar não vinha, depois de alguns minutos, eu disse sim.

Eu não estava convicta de minha resposta, aliás, quantas vezes você já não tinha feito este pedido? E todos eles era após de alguma situação ruim que tinha acontecido, e você pedia por impulso uma forma de “não vai , por favor”, mesmo eu tendo milhares de razões para te deixar. Mas as pessoas mudam nao é mesmo? Eu acredito que elas podem mudar, alias, por que você faria isto de novo? Não havia motivo.

Embora com algumas confissões que me deixou extremamente chateada, deixei de lado. “Vamos superar, como sempre superamos qualquer obstaculo que houve nestes 8 meses”. No dia seguinte você teve que ir para sua cidade, aliás, tinha trabalho de faculdade. Ligações todos os dias com  mais de 01 hora de duração, lágrimas, sorrisos e provocações. Dia do seu aniversário. Por que não ficar com você não é mesmo? Deixei outra pessoa em meu lugar no trabalho, sai somente com o cartão no bolso, mala e 01 da madrugada estava na rodoviaria. Foram exatamente onze horas de cansaço, sentada no onibus esperando para te ver. “Feliz aniversário meu amor” . Abraço apertados, sorriso estampado. Eu te amava e já fazia tempo.

Um role tranquilo, numa bicicleta, andando no meio da pista, sob o por do sol. Dia seguinte, o nosso acampamento. Seus amigos todos já haviam desistido, eu morrendo de medo dos bichos que poderiamos encontrar, você já não querendo ir, “Vamos amor, se eles não querem ir, tudo bem, mas planejamos isso, vamos mesmo assim”.

Aprendi montar uma barraca, escolher gravetos para fogueira. Nove horas da noite seus amigos apararecem. A fogueira mesmo baixa, ficou acesa. Deitamos no chão e a cabeça lado a lado, observamos as estrelas. Somos tão pequenos comparado a imensidão do universo. Algo tão simples, mas que fez um bem e tanto para a alma, com a pessoa que amo do lado, eu estava feliz.

Você decidiu voltar comigo, desistiu de fazer a prova da faculdade, adiantou suas férias. Passamos dias juntos e momentos bons. Ficar esses dias com você, fez eu repensar sobre tudo, e que as coisas passadas que ocorreram nestes 8 meses juntos já não era nada. O importante é que gostavamos um do outro e que estavamos juntos. Superei o nosso passado e estive disposta a construir um novo futuro. Mas logo depois isso acabou. Nem sempre as coisas são perfeitas, não é mesmo?

Fomos criados em mundo diferente, educação diferente. Voce sempre estudou em escolas bem nomeadas, já eu nas escolas mais básicas e com uns comentários não tão bom. Sua casa é como uma escola de música, você toca lindamente qualquer tipo de instrumento, já eu, com cursos que fiz a 7 anos atrás e nem me lembro mais como tocar uma bateria, mas tudo bem, eu tenho aquele violão que comprei justamente para você me ensinar tocar. E eu gosto disso. Você sabe desde os melhores compositores, cosmos até quantos litros de agua é usada para ser feita uma calça jeans. Já eu, só sei da cultura asiatica, já que trabalho com isto e um pouquinho de signos. Você queria que eu pudesse discutir sobre poesias de Vinicius de Morais, sobre os atomos do universo, enquanto eu: “Já ouvi falar sobre, mas não sei muito bem”. Isso te incomodava e convenhamos que não você tinha muita paciencia, sua expressão mostrava nitidamente isto. Eu tentei juro por Deus que tentei, eu pesquisei para tentar saber mais do assunto, e não foi porque eu sentia que isso ia fazer que você gostasse mais de mim, mas porque eu comecei gostar dessas coisas tambem, só não sabia muito sobre.

Sexta feira, dia 4 de agosto, o fim. Você disse de que uma coisa que você tinha certeza é que não queria namorar agora e deu inumeras desculpas clichês para terminar o relacionamento. Sabe, eu não vou insistir numa coisa em que outra pessoa não sabe o que quer. Voce deveria ter pensado isto antes de ter me feito este pedido, fazer eu confiar em você novamente, criar expectativas e depois destroi-las como se não fosse nada. E ainda quer que sejamos amigos? que continue como estavamos antes, ficar mas sem compromisso? eu já fiquei neste joguinho por 7 meses e 2 semanas, estava cansada disto e eu deixei bem claro, quando dei um basta e me afastei de você, até você vir como se nada tivesse acontecido e me pedir para termos um compromisso.

Sabe garoto, eu desperdicei muito meu tempo com você, me preocupei muito, gastei muito meu dinheiro e minha maquiagem por alguém que só me viu como companhia para não ficar sozinho. Eu não quero mais isso e mesmo eu dizendo que não desistiria de nós. Eu desisti, porque eu acredito que mereço muito mais do que isso. Me iludi achando que isto fosse algo reciproco, mas não era.

5 Dicas para quem pretende morar sozinho, após e antes da maioridade.

Quando eu era mais nova eu falava que assim que completar 18 anos, gostaria de ir morar sozinha. Porém, na vida acontece vários imprevistos e eu acabei saindo de casa 1 semana após eu completar os 16 anos. Estas dicas aqui, são baseadas nas minha expêriencia.

“Eu quero sair de casa, mas sou se menor, o que faço? Quero morar sozinha mas não faço minima ideia de como comecar.” Calma. A seguir tem 5 dicas para quem deseja morar sozinho e ser independente após ou antes de fazer os 18 anos.

1 – Ser emancipado 

Emancipação, poucas pessoas sabem o significado disto. Exemplificando é “se tornar maior de idade antes dos 18 anos”. Para conseguir a emancipação, seus responsáveis, pai e mãe, devem assinar um documento no cartório dando essa autoridade ao menor. Só consegue a emancipação caso o menor já tenha algum dos itens a seguir: economia própria (trabalho, formas de se sustentar), concluido o ensino médio, casado ou emprego público efetivo.

Lembrando que quando seu responsável é sua avó, o caso fica complicado e para sair a emancipação é necessário fazer a consulta pelo Juiz.

2 – Ser responsável

Quando você decide sair de casa, você deve estar ciente de que aquele absurdo de dinheiro que você gastava em festas ou em roupas devem ser diminuidos, até porque você terá contas para pagar e ter responsabilidade no emprego em que estiver. A palavra chave de tudo é: economia. Você pode até gastar com entretenimentos, mas não exagerar. Nunca gaste mais do que ganhe, jamais! Faça uma conta do mês usando o valor que você ganha, e abatendo o valor das contas a pagar, o que sobrar, aconselho guardar uma parte para imprevistos e o restante fica ao seu critério.

3 – Tenha alguns itens guardados

Quando estiver planejando aventurar nesta vida independente, é bom já ir comprando alguns utensilios, tanto de cozinha, sala, quarto, para quando se mudar não ter que gastar aquele dinheiro guardado.

4 – Tenha um dinheiro guardado

O mais essencial de todos. Não saia de sua casa sem nenhum centavo no bolso, tenha um dinheiro guardado. Nunca se sabe dos imprevistos.

5 – Tenha uma relação boa com sua familia

Como eu disse anteriormente, nunca se sabe quais imprevistos podem ocorrer. Principalmente se você ainda for de menor e não ser emancipado (como foi no meu caso), quando você ficar doente precisará de um acompanhante responsavel no hospital, inscrição da escola ou faculdade, deverá ser feito atráves de seus responsáveis. Então manter uma boa relação é essencial.

 

Pessoal, estes são os primeiros passos para vocês que planejam morar sozinhos. Acompanhe o blog que estarei postando mais coisas sobre a vida de ser independente. Espero que sigam e gostem das dicas.

50 Coisas para fazer antes dos 18 anos

Happy birthday cupcakes

Este ano completarei 18 anos. Não que eu esteja tão animada, até porque meio que tive minha maioridade precoce, sai de casa cedo e faço minhas coisas sozinha. E exatamente por este motivo, por eu ter tirado de mim coisas simples cedo, decidi fazer uma lista com coisas que eu gostaria de fazer antes dos 18. Embora falte 5 meses para meu aniversário.

  1. Ir no cinema 
  2. Fazer um trabalho voluntário
  3. Por um piercing novo
  4. Fazer uma tatuagem nova
  5. Planejar algo romantico
  6. Se fantasiar de unicórnio
  7. Fazer um book
  8. Ganhar um buquê de flores de alguém
  9. Fazer uma festa surpresa para alguém
  10. Fazer um piquenique
  11. Ir ao parque ecológico 
  12. Fazer um role inusitado
  13. Andar de patins
  14. Andar de Skate
  15. Levar café da manhã para alguém
  16. Dar uma volta de bicicleta
  17. Jogar verdade ou desafio
  18. Jogar “Eu nunca”
  19. Preparar uma janta
  20. Pular de paraquedas
  21. Fazer Peeling
  22. Fazer alongamento nos cílios
  23. Pular de Bungee Jumping
  24. Voar de Asa Delta
  25. Fazer Maratona de How I Met your Mother
  26. Fazer uma viagem
  27. Pintar um quadro
  28. Decorar minha sala
  29. Decorar meu quarto
  30. Ter 5 livros novos
  31. Publicas post frequentemente
  32. Voltar escrever fanfics no Social Spirit
  33. Assistir 02 animes
  34. Gravar algo dancando
  35. Gravar um cover cantando
  36. Compor uma música
  37. Visitar o Asilo
  38. Fazer uma atividade com crianças
  39. Ir a um show
  40. Postar uma carta no Correio
  41. Voltar a ter o costume de ler
  42. Maquiar alguém
  43. Dançar em cima de uma mesa ou algo
  44. Passar horas na piscina 
  45. Assistir The Pretty Little Liars
  46. Cortar a franja sozinha
  47. Se passar por gringa em um estabelecimento
  48. Ir ao Karaoke
  49. Beijar alguém em baixo da água
  50. Completar esses 50 itens em 5 meses.

 

Espero que esta lista inspirem vocês a traçar metas antes dos 18 anos.

Sobre você ter passado em minha vida

 

Desde o começo tudo foi meio complexo, te achei meio louco de primeira, não pelo fato de sua primeira fala comigo ser por conta do meu piercing no smile, mas logo depois, você querendo me levar para casa andando, mesmo podendo ir de carro. Ficamos sem se falar por um tempo, mas quando voltamos, percebi que você era realmente completamente pirado, me levando a fazer loucuras com você, invadindo festas e outros lugares, embora eu tenha me divertido muito. Você me parecia ser meio possessivo, arrogante, sombrio demais, mas isso nao mudava o fato de eu querer estar com você. Aliás, como eu disse agora pouco você “parecia”. Mudou muito desde então.

Você me fez lembrar de como é bom estar junto de alguém, alguém que topa fazer as maiores loucuras com você porque tambem é um louco. Mesmo com o nosso relacionamento estranho que ninguem conseguia entender, que sinceramente, acredito que nem eu e você entendiamos. Mas sabiamos curtir o momento, estar junto fazia um bem tão grande a mim, foi tão bom encontrar e ter você em minha vida. Espero que para você tambem.

Eu me sentia tão completa com você, embora as brigas, sempre davamos um jeito, o importante era nós ficar juntos. Mas não foi o que houve dessa ultima vez. Nós sentados na praça, tentando entender como que chegamos aquele ponto, você com seu jeito estourado, gritava, me ignorava. Eu acreditei que conseguiriamos se acertar dessa vez, aliás, ja passamos por coisas bem mais complicadas. Eu tinha medo de um dia isso acontecer, afinal, o futuro que eu não conseguia enxergar com alguém, por algum motivo eu me via nele com você. Tinha medo de não darmos certo, eu sei que entre nós era uma intensidade de medo, insegurança e ansiedade de que fim iamos tomar, e o fim foi triste, com brigas, palavras que só nos trouxe mais mágoas.

Sabe, eu fico me remoendo por dentro. E se eu tivesse feito as coisas diferentes? E se tudo desde o inicio fosse diferente? Foi uma chuva de mentiras, de decepções que nos separaram, eu entendo que aquilo desgatou nosso relacionamento ou o que quer seja que tinhamos, simplesmente tudo desapareceu.  E agora só me resta a saudade, das  lembrancas boa que temos, do som da sua voz, da sua barba por fazer, dos seus olhos brilhando sempre que ve um violão, dos seus textos metafóricos que tenho que ler umas cinco vezes para poder entender, da sua felicidade em contar algo que aprendeu na faculdade, do seu olhar de sonhador e o quão fascinado você fica falando quando diz que quer fazer a diferença no mundo. Eu ainda amo cada detalhe seu, mas infelizmente, nem tudo são rosas…

Quando eu acordo

 

Me lembro de que meses atrás, quando eu acordava meu primeiro pensamento do dia era você. O que iriamos fazer? O que iriamos comer? Qual canção você tocaria hoje?. Você era minha paz, meu alivio, meu porto seguro. Independente do que houvesse no meu dia, estar com você me fazia sentir bem. Escutar sua voz fazia minha postura de durona se desmanchar na hora. Estar em seus braços era meu ponto de paz, minha calma.

Mas as coisas mudam,não é mesmo?. Infelizmente mudam… E eu sei que é normal, nossas vidas passam por diversas situações. Porém, em você eu via algo no futuro entende? mesmo que a distancia tenha nos separado. Mas as coisas não continuaram a mesma.

Eu acordo e com toda certeza ainda penso em você, pego o celular na esperança de ter alguma mensagem sua, algum sinal que você esta bem, que me quer tambem. Na esperança de ver alguma notificação sua, me marcando em algum post aleatorio do Facebook, em alguma foto ou frase e um casal fofo viajando.

Agora quando acordo, desanima até de saber que não terei mensagens suas, ligação ou videos de saudade. Lembro dos dias em que me atrasava para ir trabalhar porque queria ficar pelo menos 10 minutos a mais deitada com você na cama. De quando chegava no meu trabalho e você me dava um beijo de despedida mas com um “Se vemos mais tarde”. Dos finais de semana, em que acordavamos tarde, comiamos alguma bobeira e tocavamos violao e cantava como se nao houvesse o amanhã. De quando olhavamos para o teto, as vezes sem falar absolutamente nada, apenas aninhado um ao outro, de baixo do cobertor que você só ficava nele por mim. Acordo imaginando que como da primeira vez que dormimos juntos, você estaria encostado na porta me observando dormir,ali pertinho de mim. Quando acordo, respiro fundo, chamo, choro, imploro para que você volte e fique tudo bem. Mas você não vem….

Inspirações: Decoração de salas pequenas

Por esses dias eu estava olhando algumas imagens no Pinterest, pois estou reformando meu apê aos poucos. E como o Pinterest é a melhor ferramenta para ter ideias, separei algumas ideias bacanas para dividr com vocês.

Eu sou amante de coisas neutras, acredito que essas cores claras traz paz e um  jeito “clean” ao ambiente. Em ambas fotos, podemos ver que oos moveis são bem comum, almofadas, mesinhas, quadros e uma cortina branca. É simples, mas trás um ar agradavel ao ambiente.

Há uns meses atrás eu estava muito nessa vibe de cores cinzas. Então olhando essas fotos no Pinterest me apaixonei. Nas salas das foto, ela é bem neutra tambem, com cores bem claras e moveis claros, e uns puffs com estampas lindas. Porém, como na segunda imagem, podemos usar para diferenciar um pouco e chamar mais atenção, as almofadas do sofá. Eu adorei a estampa florida da almofada ❤

Nessas fotos eu achei que a sala ficou num clima bem mais “rocker”, com umas cores e estampas vibrantes, como o amarelo, estampa de bolinhas e almofada vermelha. O que chama bastante atenção nestes ambientes são os quadros, que se destacam e traz mais alegria ao ambiente.

 

No meu caso, para a minha sala, a minha opção ainda é as Neutras, com moveis claros e como decoração, algumas plantas artificiais e objetos vintage. Espero que voces tenham gostado.